Diluir shampoo. Sim ou não?

Está na moda capilar a tal da diluição de shampoo (ou no bom português, xampu). Mas o que é isso? Qual o real benefício dessa técnica? É errado não diluir o shampoo antes de usar?


Bom, primeiramente vamos entender a técnica. É bem simples e talvez seja por isso a sua grande aplicação no momento. Só é necessário um shampoo de sua preferência, um potinho e água do chuveiro.


Passo a passo:

  • coloque um tanto bom de shampoo no potinho (a quantidade que você utiliza normalmente)
  • coloque aproximadamente uns dois dedos de água no potinho durante o banho (na verdade, a quantidade exata de água não importa)
  • misture com a mão mesmo
  • vai jogando a mistura aos poucos no cabelo, massageando e depois enxágue.
Os “especialistas” explicam que os shampoos e condicionadores são cheios de química e, além disso, resíduos químicos ficam acumulados nos fios e no couro cabeludo fazendo mal à saúde capilar. E, de acordo com essas fontes, diluindo-se o shampoo temos o seguinte resultado: cabelo lindo e sedoso sem acúmulos de resíduos, afinal, “diluir o shampoo elimina todas as substâncias químicas do shampoo”. Uau!

Mas será que essa técnica cumpre o que promete no ponto de vista científico? Procurei em várias fontes científicas algo que comprove a eficácia dessa técnica. Mas nada encontrado.
Se temos um shampoo qualquer cheio de compostos químicos (é só olhar no rótulo de qualquer shampoo e terá a lista de todos os ingredientes) e se acrescentarmos água, essa “química” toda vai desaparecer? Vai diluir em algo neutro? Vai sumir qualquer coisa que possa causar danos ao cabelo e ficar só as coisas boas? Como se a água fosse uma poção mágica do shampoo para os cabelos? Até que me provem cientificamente o contrário, a minha resposta é não!
Se você usar a mesma quantidade de shampoo na hora de lavar os cabelos, diluído ou não diluído, a quantidade de substâncias químicas será a mesma, não importa se estiver concentrado ou diluído. E a sua “agressão” ao cabelo e ao couro cabeludo também. Entretanto, esta técnica pode ser boa para quem coloca muito shampoo no cabelo e, assim, passa a usar menos produto (economiza no shampoo e ganha benefícios ao cabelo).
Mas se todos os shampoos fossem concentrados e devessem ser diluídos, por que isso não vem descrito no rótulo? Ou melhor, por que os fabricantes já não fazem o shampoo diluído? Renderia mais, certo?
Algumas curiosidades sobre a formulação de um shampoo:
  • na própria formulação do shampoo já contém bastante água;
  • a cremosidade dele não está ligada à pouca água na formulação e sim a adição de agentes espessantes;
  • a espuma não tem nada a ver com o poder limpante do shampoo, ou seja, fazer bastante espuma não significa maior limpeza dos fios, o contrário é válido também.
Acredito que os efeitos benéficos aos cabelos estão muito mais no shampoo certo a ser utilizado do que na diluição do mesmo (apesar de que até nisso há controvérsias). Não será a água a responsável por neutralizar possíveis danos causados pelo shampoo, muito menos a água do chuveiro. A função do shampoo é a de limpar o cabelo e seria muito contraditório pensar no acúmulo de resíduos, se seu cabelo não estiver se dando bem com determinado shampoo, troque-o.


EXTRA

Bom, caso você não tenha se convencido e mesmo assim queria praticar essa técnica do mundo capilar, lembre-se de diluir apenas na hora de fazer o uso do produto. Nunca, em hipótese alguma, queira bancar a espertinha e diluir logo o vidro todo de shampoo para não ficar com preguiça de ter que fazer toda a vez o mesmo ritual. Diluindo todo o conteúdo do produto, você estará possibilitando que o mesmo vire um criadouro de micro-organismos. Sim, bactérias e fungos! Isto acontece porque a quantidade de conservante colocada na fórmula de um shampoo é devidamente calculada de acordo com a quantidade de água que o produto final possui. Se você desregula isso, o seu produtinho vira um lar perfeito para micro-organismos, rico em água e substâncias adoráveis. Mas tudo isso sobre conservantes ficará para um próximo post.

E ai, gostaram do post sobre diluição de shampoos? O que vocês acham? Diluir ou usar normalmente o shampoo? Deixem suas opiniões nos comentários.

Beijos,

Camila
Previous
Next Post »

7 comentários

Write comentários
Adriana Vidal
AUTHOR
quinta-feira, agosto 01, 2013 delete

Nunca ouvi falar disso...
Mas diluir dá trabalho.
"Taca logo o treco concentrado no cabelo e pronto!" hahuahauahua
O segredo, como você disse, é o xampu certo!
=D

Reply
avatar
Simony Souza
AUTHOR
segunda-feira, maio 16, 2016 delete

mas o que eu faço então? meu cabelo resseca muito! e pra variar eu tenho caspa.

Reply
avatar
Juri Tanaka
AUTHOR
quinta-feira, outubro 06, 2016 delete

Aí é que você não deve diluir seu shampoo mesmo. Essa técnica é boa pra quem tem cabelo oleoso, mas cabelo ressecado fica ainda pior se diluir o shampoo. Quando eu lavei meu cabelo com a técnica do potinho, ele ficou uma palha!

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
domingo, outubro 23, 2016 delete

Oii, meu Shampoo é orgânico herbia Lippia Alba. Devo diluir na água tbm? Ou por ser natural não precisa diluir?

Reply
avatar
Unknown
AUTHOR
domingo, outubro 23, 2016 delete

Oii, meu Shampoo é orgânico herbia Lippia Alba. Devo diluir na água tbm? Ou por ser natural não precisa diluir?

Reply
avatar
terça-feira, maio 02, 2017 delete

O shampoo ser orgânico, não quer dizer que é natural.
De acordo com os ingredientes da formulação, dá para ver que ele possui muitos extrados (que devem ser de plantas orgânicas - cultivadas sem uso de agrotóxicos). Os extratos são considerados naturais.
Mas ele possui outros ingredientes que não são os extratos.

Tudo que usamos possui química. Um extrato de planta, por exemplo o de camomila, possui inúmeras moléculas químicas diferentes nele (que muitas vezes nem sabemos o que são e se são boas ou ruins).
Diluir o shampoo não vai reduzir o número das moléculas, e sim apenas diluir em uma quantidade maior de água.

Diluir ou não vai do gosto de cada um. Mas os benefícios não são comprovados.

Aqui os ingredientes do seu shampoo:
Water, Xanthan gum, (Dehydroaceti acid and Benzoic acid and Benzyl alcohol), Decyl glucoside, Lauryl glucoside, Sodium cocoil glutamate, Citric acid, (Glycerin (and) Euterpe oleracea pulp powder (and) water), Chamomilla recutita extract, Bertholletia excelsa seed oil, (Glyecrin, Water, Artemísia umbelliformis extract, sodium), Sorbitol, Citrus medica limonum (lemon) peel oil, Lavandula intermedia, Cymbopogon schoenanthus oil, Cymbopogon nardus (Citronela) oil, Citrus aurantium dulcis (Orange) oil, Mentha arvensis leaf oil, Aniba rosaeodora oil, Pogostemon cablin (Patchouli) oil, Rosmarinus officinalis leaf oil, Cymbopogon citratus (Lemongrass) oil and Lippia Alba leaf oil (Hydrolate or Floral Waters).

Reply
avatar
quarta-feira, maio 03, 2017 delete

Olá, Simony. Nesse post, tentei explicar que não existe necessidade de diluir o shampoo, já que a formulação dele foi feita para ser usado do jeito que é. O fundamental é encontrar o shampoo que melhor se adapta ao seu cabelo e suas necessidades. No seu caso, procure um shampoo anti-caspas que seja hidratante. E o mais importante pros cabelos ressecados é o condicionador. ;)
Espero ter ajudado!

Beijos

Reply
avatar