DIY: Pintando o Cabelo de Rosa

Muita gente me pergunta como pinto o meu cabelo, então resolvi fazer esse post para ajudar todos aqueles que querem ter um cabelo colorido.

Existem basicamente duas opções para quem quer pintar o cabelo com cores diferentes (como rosa, roxo, azul, etc), você pode optar por produtos temporários (sai na primeira lavagem) ou semi-permanentes. No meu caso, eu uso as tintas semi-permanentes, e é sobre essas que vou falar hoje.

Primeiramente, o que são tintas semi-permanentes? 


As tintas semi-permanentes são aquelas que a coloração não atinge a parte interna do cabelo e ficam depositas entre as cutículas. Normalmente as moléculas de pigmentos das cores fantasias são grandes e não conseguem penetrar profundamente.

O que isto significa?


Como as moléculas não atingem a parte interna do cabelo, elas ficam mais vulneráveis aos agentes externos, principalmente degradação pelos raios solares (UV) e  remoção através de lavagens com água e shampoo. Ou seja, sua cor linda e vibrante vai desbotar com o tempo e a cada lavagem de cabelo. Isso pode ser bom ou ruim. A vantagem é que se você não gostar, logo a tinta sai e você está livre para fazer o que bem entender. A desvantagem é ter que pintar com uma certa frequência.

Como pintar o cabelo:


Chega de explicações e vamos ao que interessa. Primeiramente, você vai precisar que seu cabelo esteja descolorido, a não ser que você já tenha o cabelo claro o suficiente. Essas tintas coloridas necessitam de uma base "branca" para que elas fiquem exatamente da cor que desejar, caso contrário, a cor vai somar à cor natural do seu cabelo.


No meu caso, eu faço apenas luzes e procuro sempre a ajuda de um profissional para isso. Mas nada impede que você mesmo faça o serviço, só recomendo ter cuidado e testar sempre em uma parte do cabelo antes de passar nele todo.

Depois de descolorido, o processo seguinte é muito, mas muito simples mesmo. Você vai precisar da coloração de sua preferência, um creme branco para cabelo, luvas (caso não queira que sua mão fique colorida) e um potinho para fazer a mistura.


Recomendo usar um creme branco, pois facilita na hora de atingir o tom que você desejar. Vá colocando a tinta aos pouquinhos até achar o tom, isso varia de produto para produto e também o gosto de cada um (se quiser candy color, só colocar pouco produto!!). Eu particularmente não gosto da cor muito forte, por isso coloco pouco.

Atenção: como muita gente diz por ai erroneamente, cremes coloridos NÃO irão interferir no seu cabelo. Como por exemplo, usar um creme amarelo neste processo não deixará o seu cabelo amarelo  (CREME AMARELO + TINTA ROSA = CABELO ROSA!). Posso elaborar um post só sobre a diferença entre corantes e pigmentos, caso alguém se interesse.

Quanto ao creme, pode ser máscaras de cabelo, cremes hidratantes ou condicionador. Eu uso o condicionador da TRESemmé que é barato por aqui e vem bastante, consigo pintar meu cabelo 4 vezes utilizando o frasco maior.

Quanto a tinta, já usei a Jean's Color, Keraton Hard Color e Punky Color. As duas primeiras usei quando estava no Brasil e a segunda, comprei quando cheguei aqui nos EUA (1 ano atrás e ainda está na metade, rende muito). Acho a duração delas no cabelo bastante semelhantes, o que mais diferencia é a quantidade de produto que você tem que colocar na sua mistura. Normalmente refaço o processo a cada 2 ou 3 semanas, mas quando chega nesse período, boa parte do cabelo já está bastante desbotado.

Depois de feita a mistura, aplicar no cabelo onde desejar, eu aplico nele todo. Vou separando por mechas para facilitar a aplicação.


Agora é só deixar agir por alguns minutos, deixo aproximadamente meia hora. E pronto! Só lavar o cabelo retirando todo o creme.

Caso tenham alguma dúvida, deixem nos comentários! Espero que tenham gostado.

Beijos,

Camila
Previous
Next Post »